Segunda, 31 Julho 2017 14:25

Conferência elegeu o nova composição do Conselho Municipal de Saúde de Piraí

O Conselho e a Secretaria Municipal de Saúde de Piraí realizaram no dia 30 (domingo), no CEAMTEC – Colégio Estadual Affonsina Mazzillo Teixeira Campos, a 19ª Conferência Municipal de Saúde de Piraí, onde foram discutidos com a sociedade os problemas e as formas de melhorar os serviços de saúde pública para a população.

A Conferência este ano teve como tema “Gestão transparente, participativa e com responsabilidade sanitária” e seu relatório será utilizado como base para a elaboração do Plano Municipal de Saúde que deverá nortear as ações da administração municipal para o setor nos próximos quatro anos.

Após a aprovação do relatório final da conferência, aconteceu a eleição para determinar as entidades civis e de classe que terão lugar no Conselho Municipal de Saúde (biênio 2018/2019). As associações de moradores das localidades da Ponte das Laranjeiras, Asilo, Fazendinha, Enseada das Garças e Arrozal, a Federação das Associações de Moradores de Piraí, as ONG’s OARR (Arrozal) e IDEAC (Varjão), a Paróquia de Santana e a Igreja Congregacional de Piraí foram eleitos como representantes da sociedade civil. A representação dos profissionais da área da saúde ficou definida da seguinte forma: COREN - Conselho Regional de Enfermagem, CRN - Conselho Regional de Nutrição - 4ª Região, CRO - Conselho Regional de Odontologia, CREFITO - Conselho Regional de Fisioterapia e de Terapia Ocupacional da 2ª Região e CRMV - Conselho Regional de Medicina Veterinária.

As demais cinco vagas, das 20 cadeiras do Conselho serão ocupadas por representantes da administração publica municipal e prestadores de serviços em saúde em Piraí.

A secretária Municipal de Saúde, Maria da Conceição de Souza Rocha afirmou que a conferência foi um sucesso e que os debates apresentaram bons resultados.

“Tivemos uma excelente participação da sociedade, com um diálogo consciente e amadurecido, trazendo para a discussão questões realmente importantes para o desenvolvimento do sistema de saúde pública no município”, explicou Conceição Rocha.

O prefeito de Piraí, Dr. Luiz Antonio, participou da abertura do evento e destacou o esforço da administração municipal para manter, com qualidade, os serviços oferecidos à população.

“Vivemos um momento difícil, como a maioria das prefeituras do Estado. A Prefeitura investe mais de 60% do seu orçamento em saúde e educação, sobrando pouco espaço de manobra para aplicação de recursos nos outros setores”, afirmou o Dr. Luiz Antonio.

O prefeito de Piraí explicou que aproximadamente 70% dos recursos recolhidos com impostos no município são do Governo Federal, uns 25% do Estado e apenas 5% são arrecadados diretamente pelas prefeituras. No final das contas os municípios ficam com apenas 16,5 % de tudo o que é arrecadado e que hoje, na área de saúde, por exemplo, 99% de todas as ações são realizadas pelas prefeituras.

“Se transferiram responsabilidades para os municípios, mas não foram feitos os ajustes necessários para uma divisão mais justa de tudo o que é arrecadado. Com isso as prefeituras ficaram com seus recursos estrangulados e no nosso limite para poder cumprir com todas as obrigações que temos junto à população”, reforçou o Dr. Luiz Antonio.

Além do Prefeito Dr. Luiz Antonio e da Secretária de Saúde de Piraí, compuseram a mesa de abertura do evento a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Ana Cláudia Costa Lima, pela representante do Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Luzia Quintino e o presidente da Câmara de Vereadores de Piraí, Mário Hermínio de Souza Carvalho. 

Veja a galeria de fotos da Conferência: https://www.facebook.com/pg/prefeituradepirairj/photos/?tab=album&album_id=1611163002288520

Lido 259 vezes